30 Rock: MILF Island.


O chato de ser viciado em séries é que existem mais episódios do que tempo pra assistir tanta coisa boa que você promete a si mesmo que vai ver, ou que você viu o piloto e ficou doido pra ver o resto ou então que você ouve todo mundo falar e queria entender um pouco mais da razão que deixa todo mundo maluco por séries como How I Met Your Mother, que eu vi, e achei tão ruim, mas tão ruim, que eu não dei mais nenhuma temporada pra ela ser cancelada. Mas ainda bem que sempre existirão estrelas POP precisando dar uma subida na sua imagem e dispostas a participar de seriados ruins pra ajudar na audiência, já que LOST não ia querer Britney Spears nem flutuando amarrada em mil balões coloridos.
Mas enfim, o importante é que pra mim algumas séries sempre vão ter lugar de honra nos downloads e alguns episódios sempre vão estar esperando por mim, como foi o caso hoje de 30 rock. Vi o décimo-primeiro episódio da segunda temporada agorinha e fico me perguntando: como esse seriado consegue ter tantas histórias boas? O episódio em questão se chama "MILF Island" e trata de um problema que acontece quando alguém de dentro da produção resolve fofocar do Donaghy (o produtor executivo do programa dentro do programa interpretado fantásticamente pelo Alec Baldwin) pro New York Times, aí o circo se arma e ele vai a todo custo querer saber quem foi. O lance é que enquanto isso todo mundo está querendo acompanhar um Reality Show horroroso que tem justamente o nome do título do episódio; a tal atração é uma competição que envolve mães de biquínis e seus filhos (e a bizarrice nunca fica muito bem explicada, justamente como "atrações" que a gente conhece por aí), e durante a história flashes e imagens realmente gravadas do programa maluco, acompanham quem vai ganhar o reality show, é tão bem feito que no meio do episódio eu cheguei ao ponto de ter minha participante preferida e fiquei torcendo pra que ela ganhasse... Brilhante e muito divertido, o episódio só perdeu pra mim com o Pete prendendo o braço dele na máquina de comida, até divertido, mas dispensável pro resto do episódio. Mesmo assim, meu sonho é conhecer a Tina Fey e trabalhar com ela!

Nesse momento, estou esperando pelo décimo-quinto episódio de The Big Bang Theory, que está aos poucos ganhando em minha vida o título de melhor sitcom no ar, (há nesse blog quem já deu esse prêmio pro seriado assim que viu o piloto, quem ouve o podcast sabe, mas minha obssessão não vai tão longe :P) amanhã eu conto se o episódio presta ou não.

E entre uma série e outra a gente vai ficando sem querer estudar nem trabalhar só pra ver TV!
E pra quem não viu 30 ROCK, nem The Big Bang Theory, fica a dica, porque como diz nossa professora mais querida de todos os tempos: TODO MUNDO PRECISA DE DICAS, portanto, já fiz minha parte hoje!

0 comentários:

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .