O sucesso de Glee




Se você não é adolescente ou daqueles tipos de fãs que não suportam a idéia de observar com o mínimo senso crítico para o seu seriado preferido, você vai entender o que eu vou falar. “Glee” não é uma série bem roteirizada, bem dirigida e está longe de demonstrar brilhantismos em suas versões de músicas. E poderia. Tem alguns bons atores e outros ótimos cantores no elenco. Teria tudo para apresentar um ótimo musical na tevê. Mas, não faz isso...
Os roteiros são sempre óbvios e em vários momentos apelam pro modo “High School Musical” de ser. Os conflitos são sempre forçados. Quer um exemplo? Você não se espantaria de ver isso em “Glee”: Rachel anda pela rua e vê uma poça de lama e se pergunta: como eu vou passar? Você logo pensa. Dê a volta. Mas, não... Em seriados como “Glee” isso se resolve com: vou perguntar ao Finn se ele pode montar uma ponte de 45 centímetros. Finn disse que estava sem tempo... Então, o que me resta se não chamar o Puck? Claro que ele vai criar essa ponte e em seguida teremos a confusão entre os dois. É esse tipo de coisa que é insuportável. Quando você passa o episódio inteiro se perguntando por que a protagonista é estúpida o suficiente para tomar esse tipo decisão.
Em compensação ao fiasco no roteiro, tem sempre a super produção. A série é bem produzida, bem anunciada. Mas, isso justificaria a grande audiência? Mesmo com os problemas de roteiro; de interpretação e falta de capacidade de cantar do Finn? Acredito que não. O que eu posso dizer é: quem não gosta de música? É quase impossível você gostar de uma música, descobrir que outra pessoa fará uma versão dela e não se interessar em conferir, nem que seja para falar mal depois. E não é só isso... As pessoas gostam de cantar. Ver outras pessoas cantando e aprendendo a cantar é instigante... “American Idol” está aí para provar que todo mundo ainda ama as tradicionais apresentações dos calouros. Porque música emociona.
O que me deixa triste nesse seriado, que acaba de ganhar os principais prêmios da TV em sua categoria, é que estão explorando a capacidade de sensibilidade que as pessoas têm com a música com um seriado mediano, sendo otimista, e o pior... que poderia ser bem, bem melhor.
O lado positivo é que as pessoas voltam a se interessar por musicais. E provavelmente novas misturas de formato - ou até um novo formato, quem sabe?- para musicais sejam criados para a televisão ou pro teatro. Contudo, eu queria deixar registrado que eu amo televisão, cinema e música. Eu estudo e trabalho com entretenimento e fico decepcionada quando não se dão ao trabalho de fazer algo que chame a atenção do público, dê lucro, e que ao mesmo tempo ao menos tente apresentar um conteúdo interessante e não apenas sentimentalismo barato com um roteiro pobre.
“Glee” poderia ser uma grande série. Digna dos prêmios e da audiência que tem. Mas hoje ela é só um passatempo para aqueles que se sensibilizam com música.

p.s.: eu assisto glee. Estou no grupo dos sensíveis aí em cima.

9 comentários:

Calango! disse...

Poxa, falou tudo o que eu andava pensando! :s Parabéns!
.
Sempre sentia "vergonha alheia de mim mesmo" quando assistia "Glee", e achava que era o único... Você salvou a minha vida! :D

Telacast disse...

kkkkkkkkkk

pois é... estamos juntos! =D

beijo

Anônimo disse...

Pois eu devo dizer que descordo não plenamente mas em parte com você porque ficar em uma cadeira digitando e julgando quem canta bem ou mal é facil o dificil é fazer... ainda mas em um país aonde ligamos o radio e percemos que a nossa diva do pop é a Ivete Sangalo acho que nós brasileiros não estamos muito aptos a falar de produções estrangeiras

Tiih Campos disse...

Eu descordo de sua opinião. Glee é uma serie de comedia musical e faz bem o seu papel. Tem receita pronta? Claro que tem, como muitas outras series de sucesso. Mas tem muitos episodios bem interessantes e criativos, como aquele em que os personagens passam o episodio em cadeira de rodas e ate fazem um numero musical. Com relação ao exemplo do Finn não cantar muito bem, é exatamente isso que da um ar mais realista a série: Eles estao aprendendo. O personagem não é um cantor profissional, ele foi induzido pelo professor Will a participar. Se você participar de um coral de verdade, vai ver que pessoas assim estão por toda a parte. E um traço da personalidade da Rachell é ser insegura, o que explica sua dependencia de outros personagens. Não vejo problema nisso. Gosto do elenco de Glee, tem carisma. O roteiro pode ser,por vezes, um pouco previsivel, mas ainda sim a serie é empolgante e foi premiada merecidamente.

Bom, é minha opinião.

Ego sem Resposta disse...

Concordo Plenamente com Tiih Campos.

Anônimo disse...

olha TATY MACOLI vsf glee e a melhor serie que eu ja vi nem se compara com akela merda de high school musical

Anônimo disse...

Taty Macoli vc expressou sua opinioao, pois todos(a) temos direito a isso, so que descordo plenamente o roteiro nao e pobre o Ryan Murphy fez uma série que representaum cotidiano, como um episodeo em que eles precisavam de gente para o Glee club e entao mudaram a apresentaçao e surpreenderam todos, ninguem imaginaria isso.A Quinn quem ia imaginar que ela a lider de torcida mais popular da escola ja foi "Lucy Caboosy"?O Finn, quem diria que ele teria coragem de entrentar os amigos que jogam fut. pra entrar pro club do coral?. a serie "Glee" ajuda a ver que nao sao apenas nos que erramos existem outras pessoas.O elenco e otimo e eu adoro.Quem imaginaria que eles sozinhos montariam uma apresentaçao cantando "Don't Stop Believin'" cada personagem tem sua personalidade a Quinn quer sempre ser popular a Rachel depende de alguns personagens o Finn nao canta nem dança mto bem.
Mais isso os torna especiais e é isso que eu acho de Glee e especial para mim e agora que lançaram "The Glee Project" eles estao dando oportunidade a outras pessoas de participarem de "Glee" que eles gostam entao se todos concordassem com vc o programa nao teria audiência e ninguem participaria de "the Gleee project" entende vc nao tem razao em tudo algumas pessoas podem concordar com vc mas eu nao e nem a maioria das pessoas que assistem pq se ninguem gostasse nao teria passado da 1temporada.


Dei a minha opiniao.Bjs tenho 12 anos e entendo mto bem disso pq sou fanatica por eles e tenho no meu quarto cada cartolina contado a historia de um personagem como a Diana Agron(Quinn) Lea Michele (Rachel Berry) e outro o Cory.etc..

Anônimo disse...

concordo com todos que descordam com vc.....
glee é muito melhor que hich school...

Tefinha disse...

Glee concerteza é muito mais melhor,pois tem emoção e fala da vida real, já HIGH SCHOLL MUSICAL é uma besteira que nem tem como descrever... olha TATY MACOLI vc ñ tem bom gosto e descordo de vc... tenh 12 anos e sei escolher melhor que vc...

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .