Cansei de insistir. Será?



Como misturar terapia e seriado virou temdêmcia, venho apresentar mais um problema meu em relação às séries: Existem alguns seriados que eu nunca gostei, nunca curti muito, mas vez ou outra eu me pego tentando gostar da bendita, e só me réio, porque essa minha obsessão nunca teve bom resultado. Pelo contrário.

Sexta feira, começando a ouvir um outro podcast sobre seriados (muito menos legal do que o nosso, diga-se de passagem) ouvi elogios e rasgações de seda ao episódio de Grey's Anatomy que foi ao ar semana passada no Canal Sony, e mais uma vez, empolguei e coloquei o tal episódio pra baixar. Não foi a primeira vez que eu tento gostar de Grey's, assim que a série começou e todo mundo falava que o seriado era genial, um ER melhorado e tal, resolvi assitir. Comprovei: o seriado é engraçadinho, rolam alguns episódios bons, outros péssimos, alguns personagens bons, outros insuportáveis. Ou seja, o seriado é medíocre. Mas não sei o que, me faz sempre querer dar uma chance àquele mundinho onde todo mundo se come, todo mundo mora junto em algum momento, e todo mundo um dia vai ter um episódio especial narrado por si.

O episódio em questão foi o 14º dessa temporada no ar agora, a quarta eu acho, chama-se The Becoming, e em suma, é ruim e me decepcionou. Não vim falar sobre Grey's, e mesmo assim, o episódio não merece tanta bajulação. Outro seriado que eu vez outra me pego tentando gostar, e o tal do Without A Trace. Sério, o problema é grave. Minha última tentativa com Without foi na semana do clímax. Minhas esperanças estavam altas, uma vez que último episódio de temporada sempre é mais emocionante que os outros. Nem isso... O episódio foi chato, o caso da semana sem graça, e a resolução do arco em que o Malone (chefe dos Withouts) estava sendo julgado por alguma coisa muito ruim que ele fez em prol de alguma coisa muito boa (oi? já vi essa história antes) foi realmente muito chata.

Mas meu problema continua, tenho isso com Seinfeld (nunca consegui dar uma gargalhada que fosse com algum episódio), com CSI: New York (já que eu até curto CSI, e sou louco por Nova York, mas simplesmente não engulo a série), com Everwood (é a série que eu dou mais chances, já que passa logo após as reprises de Gilmore Girls. É também a que eu mais descarto, sério, Paulo Coelho era consultor das narração de Everwood, muita coisa que tem ar de lição de moral, profundidade de espírito e sensibilidade, mas não diz absolutamente nada), com Married With Crildren (não me peçam pra explicar) e com ER nessas últimas três temporadas (me dá preguiça de acompanhar). Têm outras, mas essas são as mais recorrentes nas minhas recaídas.

E vocês? Tem esse mesmo problema, ou simplesmente estão se lixando pra seriados medíocres e não querem nem saber de espiar de vez em quando pra checar se ainda está a mesma porcaria de sempre, ou se melhorou em alguma coisa? Compartilhem, de acordo com o Dr. Paul, ajuda pra caramba.

2 comentários:

Taty Macoli disse...

assim... quando é um seriado que eu comecei gostando como E.R eu tento e tento e tento... Mas, "Grey´s Anatomy"... É preciso te muita fé em deux pra achar que eles melhorariam... Num tô nesse nível de fé ainda não. rsrsrsr

bjs
Taty =)

vanuza disse...

MEU DEUS (JURO, N EH RASGAÇAO DE SEDA) eu simplesmente amooo grey's, ...absolutamente... a unica coisinha chatinha e inha de grey's eh a propria Meredhit. ela as vezes enjoa, mas não podemos esquecer da Bayle, (ate o karev eu to gostando). mas o fato eh, sentar na frente da tv/pc e se deliciar, com o texto, a trilha, os personagens...tudo, assista a 5ª temp. o season finale eh fantastico...literalmente

#grey's-me-faz-sentir

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .