Compartilhando uma decepção.


Meses de espera pela Produção independente "Numb" estrelada pelo Matthew Perry e nada... Não estreou aqui e eu já tinha até esquecido do filme, mas sem querer quando estava assistindo um vídeo no you tube vi que o trailer de "Numb" estava ao lado, aí me empolguei e baixei!


E assisti...

Duas horas de sono perdidas. Mas, digam aí eu tinha motivo pra querer ver o filme!

Sinopse:
Um roteirista sofre de um agudo transtorno dissociativo, que o faz perder contato com sua personalidade e ter sensações de irrealidade e estranheza. Quando se apaixona por uma mulher, ele passa por todo tipo de terapia existente para conseguir conquistá-la.

E o trailer era legal...

Mas, o filme é lento e com raríssimas cenas de humor. O longa gira em torno de uma doença que ninguém conhece e que não tem sintomas definidos. Assim como em "Hancok" você assiste a "Numb" fazendo inúmeros questionamentos, porque a tal "despersonalização", doença do personagem do Matthew Perry, varia de acordo com a necessidade do roteirista; em alguns momentos ela existe e em outros o pesonagem age normalmente.

E assim o filme caminha se arrastanto com cenas tão óbvias que você consegue "advinhá-las" com pelo menos cinco minutos de antecedência. Daí, já viu... Não dá, né?

Mas, é a vida... Com decepção compartilhada, me sinto bem belhor! =D

Amanhã tem podcast novo e com dois, eu disse, dois convidados especiais!
Té mais!

Taty =)

0 comentários:

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .