Aaron Sorkin e o amor pelos bastidores



O roteirista americano Aaron Sorkin está desenvolvendo o projeto para mais uma série de tv que deve estrear em breve. O nome não foi revelado, mas o tema será, mais uma vez, os bastidores de um programa de televisão. Logo após a finalização de seu atual projeto, o filme The Social Network sobre a criação do Facebook, Sorkin diz que irá se dedicar à série. Uma ótima notícia para os fãs do roteirista que já explorou o tema duas vezes e, por culpa da audiência americana ter sido fraca, acabaram sendo canceladas precocemente.

Quando fiquei sabendo dessa notícia na semana passada me lembrei que Sorkin já explorou o tema de bastidores em três de seus maiores projetos: Sports Night, The West Wing e em Studio 60 on the Sunset Strip. Lembrando disso resolvi fazer este post sobre essas três séries.



A primeira experiência mais concreta com o tema de bastidores foi com a série Sports Night que foi ao ar pela primeira vez em Setembro de 1998 e que no Brasil foi transmitida pelo Canal Sony. A série se passa nos bastidores do programa que leva o nome da série e que é um noticiário esportivo. Porém, como todos já devem imaginar, o foco não era o programa em si, mas a relação conturbada e complexa entre os personagens principais.

No elenco principal tínhamos: Josh Charles que depois fez Six Degrees, In Treatment e atualmente está em The Good Wife; Peter Krause que trabalhou em Six Feet Under e Dirty Sexy Money; Felicity Huffman de Desperate Housewives; Joshua Malina que depois fez The West Wing e Big Shots; Sabrina Lloyd que esteve em Ed e Numb3rs; e Robert Guillaume que fez apenas alguns pequenos papéis em séries de TV.

A série foi cancelada na segunda temporada após 45 episódios, mas em sua curta vida levou três Emmys: melhor edição de série com multi-câmera e melhor direção de série de comédia em 1999; e melhor fotografia de série com multi-câmera em 2000. Na época de seu cancelamento pela ABC, Sorkin recebeu convite da HBO, Showtime e alguns outros canais para continuar produzindo a série, mas este recusou para poder se concentrar em seu novo projeto: The West Wing.







E por falar nela...



Em setembro de 1999 foi ao ar a série The West Wing que fala sobre os bastidores da Casa Branca, mas especificamente o trabalho do Presidente Americano e sua equipe. Desculpem se estou falando algo errado, mas é que só vi, até agora, a primeira temporada. Foi a série de maior sucesso escrita por Aaron Sorkin até o momento.

Estrelada por Martin Sheen como o presidente americano, ainda contou no elenco com grandes nomes - uma marca do roteirista que tem em seus projetos bons atores escalados - como: Allison Janney, John Spencer, Bradley Whitford que depois fez Danny Tripp em Studio 60, Janel Moloney e Richard Schiff.

Foi ao ar durante sete temporadas tendo ao todo 155 episódios. Ao longo de sua existência levou mais de vinte Emmys, incluindo várias categorias. Ganhou ainda dois Globos de Ouro em 2001. A lista com as categorias que ganhou ou foi indicado estão aqui.







Por último, mas não menos importante...



Em 2006 tivemos a série Studio 60 on the Sunset Strip que tinha suas histórias sendo desenvolvidas nos bastidores de um programa de sketch-comedy a la Satuday Night Live. Mais uma vez o foco principal são as relações interpessoais e o programa de televisão apenas um personagem coadjuvante.

No elenco tivemos o prazer de rever vários atores queridinhos do público de séries em personagens também inesquecíveis. Foram eles: Matthew Perry (Friends), Amanda Peet e Sarah Paulson (Jack & Jill) e Bradley Whitford (The West Wing). Além de Steven Weber, D.L. Hughley, Nathan Corddry, Timothy Busfield e Simon Helberg que está atualmente em The Big Bang Theory.

Fiquei com o coração partido quando cancelaram a série que ainda hoje figura na minha lista de melhores séries de todos os tempos. Foi ao ar apenas 22 episódios, mas que não decepcionaram os fãs em nenhum momento.







Sou meio suspeita para falar de Aaron Sorkin já que ele é um dos meus roteiristas preferidos de todos os tempos no que se refere à televisão, mas venhamos e convenhamos as séries escritas por ele são muito boas, principalmente no quesito construção de diálogos. Espero que esta próxima série consiga ter sucesso para vermos, por algumas temporadas, mais um trabalho de Sorkin que, com certeza, eu irei gostar.

Enquanto o projeto não coemça a ser desenhado fiquemos no aguardo do novo filme do roteirista que deve sair deste ano para o próximo nos EUA.

Até a próxima!

0 comentários:

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .