A sina da ficção científica


Parece uma coisa... Essa história de ficção científica, de robôs querendo dominar o mundo parece que tá virando uma sina em minha vida.

Tudo começou quando assisti The Sarah Connor Chronicles e gostei. Pronto! Começou a "descambestar"... Vi O Exterminador do Futuro I e II pra tentar entender um pouco mais a série. OK! Gostei!

Tava passando os canais do Telecine alguns dias depois e estava passando Jornada nas Estrelas (não lembro qual) e vi a parte final e também gostei.

Outro dia, novamente passando os canais do Telecine, vi que iria começar Jornada nas Estrelas - The Next Generation (ou algo do tipo, já com o "Prof. Charles" como um dos protagonistas, rsrsrsrsrs). Desculpem, mas ainda não assisti e decorei todos os filmes da Jornada. Observação: também gostei muito!

Comecei então a procurar séries no computador pra ver qual seria a próxima vítima (tô numa fase de devorar séries) e tava lá, numa pastinha cheia de poeira e teia de aranhas, Battlestar Galactica. Já tinha visto a mini-série e tinha gostado, mas tinha esquecido o restante dos espisódios lá. Resolvi retomá-los depois de um post de Mateus e não consigo mais parar. A série é muito boa, não vou nem entrar no mérito porque o nosso colega Mateus já listou as coisas ótimas que ela tem (roteiro, atuação, efeitos especiais, o argumento... hehehe não resisti).

Aí hoje tava catucando o celular do meu pai e quando eu recebi uma chamada, além do toque do telefone uma coisa me surpreendeu: o celular disse o nome da pessoa que tava ligando. Certo, certo, talvez isso não seja lá assim tão novo, mas dentro do contexto que vivo nas últimas semanas não pude resistir a um pensamento: cara, até que não é tão improvável que um dia as máquinas (sejam cylons ou ciborgs) tenham vida própria e queiram destruir a vida humana. Aliás, a série Battlestar Galactica, trata o valor da vida humana de uma maneira tão religiosa e espiritual que é interessante de se ver. Sempre fica a questão: até que ponto os seres humanos merecem continuar vivendo?

O fim da espécie humana provocada pela vingança ou dominação robótica pode até tá perto de chegar. Mas, enquanto isso eu vou ficar só assistindo mais ficção científica e ficando mais paranóica ainda, rsrsrsrsrsrsrs.



bjú!

;)

3 comentários:

Taty Macoli disse...

kkkkkk

ei, acho q vc tá paranóica mesmo...
Eu acredito reencarnação, vida em Marte, em Vênus, em Saturno, no planetinha do Pequeno Príncipe, mas dominação das máquinas é demais pra mim! Afinal, "É nóis seris inteligêntis que alimentamo ais tár márquina!" kkkkkk

bjão!

Mateus Cardoso disse...

Ótimo post! Agora, eu tenho minha teoria:

Talvez, eles já nos dominaram e nós só estamos vivendo num estado de realidade virtual, criado pelas máquinas para nos fazer acreditar que estamos vivendo nossas vidas enquanto eles sugam nossa bio-energia para sustentarem a si mesmos...

Agora deixa eu ir que tem um moço chamado Smith dizendo que quer falar comigo ali na porta.

Myrianna Coeli disse...

kkkkkkkkkkkkkk

boa!

 
Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul .